Entenda o projeto!»

SEJA UM MULTIPLICADOR!

Rodrigo, Mariana e Natasha

criaram o projeto Guerreiro sem Armas a partir da filosofia da arquitetura colaborativa, onde o pensamento coletivo ajuda na construção de espaços com mais qualidade de vida.

Saiba+

Henrique Saraiva

passou de vítima de violência urbana a líder do surfe adaptado a deficientes físicos.

Saiba+

Luis Henrique, Bruno, João, Daniel e André

uma rede online para quem busca dar o pontapé inicial no voluntariado.

Saiba+

Eduardo Lyra

é autor do livro Jovens Falcões, que fala sobre pessoas que saíram da pobreza e alcançaram seus sonhos. O livro deu origem ao Gerando Falcões, que atua no resgate da autoestima e valores de transformação.

Saiba+

Luti Guedes

é embaixador da ONU para a educação no Brasil e comanda o Lute sem Fronteiras, que realiza projetos voltados para melhoria de vida de comunidades ribeirinhas da Ilha de Marajó, Pará.

Saiba+

Mark Johnson

Certo do poder transformador da música, Mark fundou o Playing for Change, que conta com 9 escolas de música em diferentes lugares do mundo.

Saiba+

Wagner Gomes de Souza

inverteu a lógica da emigração rural e montou a ADEL, focada no desenvolvimento econômico sustentável de comunidades rurais do nordeste.

Saiba+

Dudu Lima Filho

lidera o Reservalores, que tem como meta fazer a limpeza progressiva do mar, areia e entorno da Reserva Ecológica Marapendi.

Saiba+

Michele Moleney-Kitts

comanda a Together for Girls, que chama a atenção para a violência contra crianças, provocando a conscientização pública e buscando soluções para o problema.

Saiba+

Tony Marlon

Através do ensino de recursos audiovisuais, a Escola de Notícias gera emprego e renda para jovens de Campo Limpo, São Paulo.

Saiba+

Eliane Amaral

lidera o Instituto Mensageiros, que trabalha o resgate da cidadania, oferecendo cursos técnicos e atividades culturais e esportivas a crianças entre 10 e 15 anos.

Saiba+

Rebeldes com causa

Porque o maior poder do ser humano é poder ser humano!

A Reserva sempre disse o que pensou e não o que queriam ouvir. Sempre estimulou a reflexão. Sempre quis conscientizar. Nos entendemos como uma marca de comunicação que sempre usou a roupa como mídia para disseminar suas causas. Sempre acreditamos que através de nossas coleção e campanhas ajudaríamos a mudar o mundo. E em 2014 resolvemos ir para além da reflexão e cair de cabeça nos temas dos direitos humanos, ou melhor, dos humanos direitos! Usamos todo o nosso poder de comunicação para de fato transformar a sociedade da qual fazemos parte. Lançamos o projeto Rebeldes com Causa, um incentivo ao empreendedorismo social, criado em homenagem a jovens que puseram o discurso de um mundo mais bonito em ação.

São onze os projetos levantados pelos rebeldes escolhidos por seu idealismo, inconformidade e persistência. Um casting de verdadeiros “modelos” sociais que ignoram as dificuldades e vivem para construir uma realidade diferente, seja levando educação e saúde a comunidades ribeirinhas, criando acessibilidade a esportes para portadores de deficiência física, criando oportunidades na vida de quem tem poucas chances ou mesmo projetos internacionais para levar música como inspiração para um futuro melhor, por exemplo.

Aproveitamos o período de lançamentos das marcas de moda para expor o trabalho desses heróis reais através de nossas 41 vitrines, da Revista Reserva com tiragem de 20 mil exemplares, das 500 mil embalagens distribuídas aos clientes, da página no Facebook com dois milhões de fãs e dos demais canais de comunicação da marca. Além disso, investimos nesse site e na criação de uma webserie com a ideia de ampliar as possibilidades de divulgação do trabalho desses rebeldes com causa.

“Tudo começou quando conheci um menino chamado Luti Guedes, que tem só 21 anos e já é embaixador da ONU para a educação no Brasil. Ele construiu uma biblioteca, levantou uma escola e implementou projetos de saúde, direitos humanos e microcrédito em uma comunidade ribeirinha na Ilha de Marajó, no Pará. Luti é um rebelde com uma enorme causa. A Reserva não apenas o ajudou a construir a escola da ilha, mas principalmente enxergou nele uma real possibilidade de solução social. Por isso, resolvemos sair atrás de outros rebeldes com causa para colaborarmos em seus projetos. É possível abraçar causas que transformem o mundo num lugar mais bonito, sem ser motivado pela culpa, sem fatalismos e sem medo de soar cafona. Imaginem se essa moda pega?!”

diz Rony Meisler, CEO do grupo Reserva.

A cada dois anos, novos rebeldes serão escolhidos pela marca. Todos os “Rebeldes” estão à frente de projetos sociais, entidades, instituições ou ONGs e foram escolhidos pelos critérios de dedicação à causa, potencial de transformação, preocupação social e humana, idoneidade, seriedade e ética.

Divulgando as causas dos nossos rebeldes acreditamos que estamos ajudando-os a captar recursos, atrair voluntários e disseminar novas ideias e maneiras de pensar as questões sociais do Brasil e do mundo.

Para dar o exemplo de como ajudar, além de toda a comunicação e de ações de fundraising firmamos compromissos com cada causa. Conheça melhor cada projeto navegando neste site e lembre-se que compartilhar essas ideias pode ser sua primeira contribuição.

Conheça os Rebeldes»